Fronteira com o Egito é reaberta mas não há listas de autorizados a deixar Gaza

Compartilhe essa notícia

A fronteira de Rafah, que liga a Faixa de Gaza ao Egito, foi reaberta nesta quinta-feira (9) após ter ficado um dia fechada por falta de segurança, informaram os Estados Unidos. Apesar de reaberta, não foram divulgadas novas listas com nomes de estrangeiros autorizados a deixar o local. Com isso, os 34 brasileiros presos no enclave palestino seguem sem previsão de deixar a zona de guerra.

Nessa quarta-feira (8), a diplomacia brasileira chegou a informar ao grupo de brasileiros que havia a expectativa de que a autorização saísse hoje, mas a previsão não se confirmou. Até o momento, mais de 3.400 estrangeiros foram autorizados a deixar Gaza, sendo 36% com passaporte dos Estados Unidos. Como os critérios para liberação dos estrangeiros não são divulgados, especialistas indicam a hipótese de manipulação dessas autorizações de acordo com o apoio dado pelos países a Israel.

Em comunicado divulgado ontem, a Embaixada de Israel no Brasil negou qualquer intenção de atrasar a saída dos brasileiros. Dos 34 brasileiros presos em Gaza, 16 estão na cidade de Khan Yunis e 18 em Rafah, ambas no sul do território, próximas da fronteira com o Egito. Entre os brasileiros estão 18 crianças, 10 mulheres e 6 homens.

Foto: Arafat Barbakh (Reuters)

Notícia Anterior De cada 100 brasileiros, 87 usavam internet em 2022
Próxima Notícia Comunidade israelita denuncia aumento de casos de antissemitismo no país