Profissionais de enfermagem denunciam que o valor depositado do piso é bem abaixo do que consta no contracheque

Compartilhe essa notícia

De acordo com denúncia que chegou a diversas redações da cidade, profissionais de enfermagem de Nova Friburgo teriam recebido contracheques no valor de R$ 2.872,05 referentes ao complemento salarial do piso nacional da categoria. Com os descontos, o valor a ser depositado teria sido de R$ 2.531,13, porém foi depositado pela prefeitura somente R$ 247,30. 

Ainda segundo a denúncia, a prefeitura teria informado “que não havia dinheiro em caixa suficiente para efetuar o pagamento do piso e que a quantia disponível teria sido dividida de forma igualitária entre os funcionários.” Em nota, a Prefeitura informou que “os recursos que têm sido enviados pelo Ministério da Saúde estão sendo repassados integralmente aos profissionais da enfermagem, ou seja, neste momento a conta encontra-se zerada até que seja enviado um novo repasse.

Como o Ministério da Saúde ainda não enviou recursos suficientes para pagar o valor retroativo de todos os que ainda não receberam e que segundo o próprio sistema do Ministério estão aptos a receber, a prefeitura decidiu, então, que fosse rateado todo o recurso contido na conta para que não fosse injusto no pagamento dos servidores, aguardando novo repasse para pagar a diferença que faltou.

A Secretaria Municipal de Saúde oficiou o Ministério da Saúde com o objetivo de requerer a suplementação dos recursos para pagar a diferença do retroativo, mas afirma que a pasta acusou o recebimento dos requerimentos, mas até o momento o município ainda não obteve resposta.

Foto: Reprodução / G1 Região Serrana

Notícia Anterior DEAM prende homem acusado de tentativa de homicídio
Próxima Notícia Feriado nacional em 20 de novembro reconhece a luta do povo negro